UFC Fight Night: Jaraguá do Sul virou Capital do ES

Como na maioria dos eventos do UFC que acontecem no Brasil, todas as lutas tiveram um Brasileiro. Ou dois. Não sabia (bom, na verdade, fui desatento e não lembrava que o Belfort tinha lutado lá ano passado. Enfim…) que Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, ostentava uma arena deste porte. Estou pasmo . Mas vamos ver se as lutas me deixaram assim também:

Zubaira Tukhugov foi o primeiro Russo a enfrentar um Brasileiro no evento. O estreante Douglas D’ Silva entrou concentrado, mas perdeu em 3 fases: A 1ª fase foi para seu nervosismo, a 2ª fase foi para seu cansaço e a 3ª fase foi para os pontos. Até que se for considerar a estreia e, pelo tamanho da envergadura do Russo e, ainda, seu tempo curto para preparação (9 dias), a luta foi boa. Se for considerar o resto, Douglas D’ Silva apanhou feio. Enfim, é treinar mais e tentar uma próxima oportunidade.

Albert Tumenov foi o segundo Russo da noite. Ele enfrentou Ildemar Marajó que é especialista (junto com seu irmão e já já falarei nele) na modalidade “Marajoara”, um estilo de luta criado na ilha do Pará bem parecido com a luta Romana. Depois de passar um sufoco no primeiro round com o ground-and-pound do Russo, Marajó dominou a luta e não deu mole para Tumenov. Ganhou por pontos e deu locais para o Russo levar pontos.

YamasakiHeart2EditCorassaum cas mão

Felipe Sertanejo e Maximo Blanco (que poderia bem ser patrocinado por alguma marca de sabão em pó, por motivos óbvios) realizaram a 3ª luta do card preliminar. O primeiro round foi sensacional e equilibradíssimo, mas Sertanejo perdeu oportunidades de matar logo a luta. Em um segundo e terceiro round bem no nível do primeiro, os juízes deram a vitória para Felipe Sertanejo, por decisão unânime. A vantagem ficou maior por conta de uma bicuda no saco que Blanco deu e fez ele perder um ponto, tirado por Mario Yamazaki (sempre ele).

Dois Brasileiros se enfrentaram na 4ª luta do card preliminar: Wilson Reis e Iuri Marajó (irmão de Ildemar). Ambos fizeram uma luta incrível e pegada dos dois lados e, óbvio, acabou em uma decisão dividida e que acabou indo para Marajó, que aproveitou mais os ground-and-pounds da luta.

Jesse Ronson e Francisco Massaranduba fizeram outra luta equilibrada. O Canadense não deu mole, mesmo quase indo no primeiro round. Mesmo assim, deu Massaranduba no final, em uma decisão bem apertada. Achei que poderia até sair um empate, pois foi muito toma lá, dá ca.

O Capixaba Rodrigo Damm também fez uma luta contra outro Brasileiro: Rodrigo Batman. Foi incrível ver dois especialistas em chão que ficarem 3 rounds em pé. Infelizmente, foi uma luta que faltou gás no final para decidir, mas que foi bem acirrada. No final, ficou o resultado (duvidosíssimo) para Damm. Pelo menos, foi para um Capixaba. Ponto para nós!

Cristiano Marcelo contra Joe Proctor foi uma violência só. Contra Cristiano Marcelo. Ele tomou um pau nos 3 rounds e, especialmente no último, perdeu o rumo de casa. Tomou tanta porrada que não acertava um golpe. Fica o mérito para ele pela resistência. Pois, se fosse outros lutadores, tinha despencado no chão, como uma jaca podre.

Andy Ogle enfrentou Charles do Bronx na primeira luta do card principal. Foi uma luta sensacional e que terminou com Charles finalizando lindamente com um triângulo excepcional e tão rápido que fez o Ogle nem pensar em reagir e apenas em arregar. Se não a melhor luta da noite, foi uma das.

Viscardi Andrade quase ganhou de Nico Musoke. Quase. Foi tão quase que ele chegou a comemorar. E isso foi o que fez ele perder a luta. Eu, pelo menos, torci contra ele depois dessa. Viscardi cansou. Não foi contundente o suficiente e deixou Musoke dominiar da metade do 2º Round pra frente. E isso foi fundamental para ele levar a luta por decisão unânime. É bom pra Viscardi aprender a terminar a luta antes de comemorar.

Ainda no Card principal, Takanori Sato deu de cara com Erick Silva, o Capixaba que eu vi lutar de perto, quando ainda era bem novinho, no Guarafight (veja as fotos do evento em Agosto de 2006, aqui e um vídeo do Guarafight 2, aqui). E, como fez no Guarafight Especial Edition, Erick moeu Sato. Foram mais de 18 socos na orelha do Japonês, que o fizeram ficar submisso e entregar a luta para o Capixaba. Luta memorável.

Na luta co-principal, Ronaldo Jacaré (o 3º Capixaba na noite) deu um terror no Francês Francis Carmont. Jacaré, ninja do Jiu Jitsu como é, quase já levou a luta no primeiro round com um mata leão, mas Carmont conseguiu escapar. O segundo e o terceiro round foi a mesma coisa: um show de técnica e um show de cara feia do Carmont. Notou-se que GSP não passou todas as manhas de fintas que ele sabe fazer para seu pupilo Francês e, obviamente, a Vitória foi, mais uma vez, do ES.

machida-musasiLEIDIS ANTIANTLEMAN DIZIS DE MEININ EVEN OFIDEÍNIN – Créditos da foto: Gracie Mag.

Chegamos, enfim, no The main event of the evevening, com Lyoto Machida enfrentando Gerard Musasi. Foram 5 rounds bem equilibrados, mas o “Dragão” dominou a maioria deles. Foram golpes incisivos (mas não tão efetivos) dados por Lyoto que garantiu a ele a vitória por decisão unânime dos juízes e o passe para enfrentar o vencedor entre Wiedeman vs. Belfort. Vamos aguardar para ver.

P.S.: Fica minha nota de repúdio ao Canal Combate, que passou todo o card preliminar GRAVADO com o selo de AO VIVO na tela. Uma correria só. Tudo atropelando tudo. Não dava nem tempo de ir tomar uma água. Uma vergonha, principalmente pra quem paga, assim como eu, uma caríssima mensalidade. Uma ação coletiva sob a acusação de propaganda enganosa, não seria exagero se acontecesse. Enfim, Canal Combate: Estamos de olho!!!


Quem é Rogério Lima

veja todos os seus posts

Ex-pagodeiro, Empresário, Gamer, Capixaba e criador desse e de outros ~trocentos~ blogs. Está nessa vida desde 2003, mas não ficou nem rico e nem famoso. Gosta muito de receber brindes, mas é sempre esquecido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.