Sobre a censura “nada a ver” no Facebook

No final de Julho, li este texto na minha timeline e resolvi salvá-lo, pois isso é um pouco da minha opinião e, também, gostaria de lhe abrir os olhos quanto ao que você anda publicando (ou compartilhando) nesta internet de modeuso. Apenas leia:

Por Caio Costa, em 31/07/2012:

Galerinha reclamando de ‘CENSURA NO FACEBOOK, OH MEU DEUS, O QUE VAMOS FAZER AGORA?’, é o seguinte: Esse site que vocês estão usando agora, postando suas coisas mais íntimas, compartilhando fotos de seus parentes e chorando suas pitangas pelos seus coraçõezinhos partidos, é PROPRIEDADE PRIVADA. Vocês sabem o que isso quer dizer? É simples: sua casa, desde que em seu nome, é sua propriedade. É uma propriedade privada.

Tudo meu glr, mals ae!

Entendam uma coisa: O Zuckerberg faz desse site o que ele quiser. A grosso modo, se ele quiser pegar a foto que você tirou com a sua avó e colocar um piru na boca murcha dela, ele pode. Claro que não vai, mas pode. E quem permitiu foi você. Agora vejam o outro lado: basicamente, quem criou e quem mantém isso aqui é ele. TUDO o que está aqui é dele. E cabe a ele dizer o que pode e o que não pode aqui dentro. Se você publicar a foto da avó de alguém com um piru na boca e ele achar ofensivo, ele vai tirar do ar. Da mesma forma que se você publicar uma foto de um cachorrinho lindo e ele não for com a cara do bicho, ele PODE tirar do ar.

Não venha dar uma de estudantezinho revoltado com as políticas de um site que está longe de ser do poder público, que isso não cola. Aproveite esse seu ímpeto cultural e vá ler um livro, preferencialmente um que te esclareça algumas coisas sobre a iniciativa privada e algum outro que fale sobre o que é a internet.

Vai acabar aprendendo duas coisas: que nada do que você joga na internet é seu e não há lei que te confira o direito de entrar na casa dos outros pra reclamar do que tá sendo servido.”

Resumindo o que o Caio disse, foi: Ou você anda na linha ou o bixo pega pro seu lado. Aliás, em qualquer lugar assim. Melhor: Sua mãe lhe ensinou assim (Mark é a sua mãe?). Se não lhe ensinou, é porque você não passa de um filhinho de papai reclamão que nunca enfrentou a vida e só faz o que quer. Cresce, menino!

Outra observação: Empresários querem saber cada vez mais de vocês. O que vocês comem, vestem, lugares que vocês vão, telefone, endereço. Do mesmo modo que alguns bandidos mais expertos fazem. Então, meus amigos, muita cautela e não seja amigo íntimo da internet, ok?

Ainda tem dúvidas do que publicar no Facebook? Clique aqui. Ou volte para o Orkut.


Quem é Rogério Lima

veja todos os seus posts

Ex-pagodeiro, Empresário, Gamer, Capixaba e criador desse e de outros ~trocentos~ blogs. Está nessa vida desde 2003, mas não ficou nem rico e nem famoso. Gosta muito de receber brindes, mas é sempre esquecido.

1 Comentários/Trackbacks

  1. […] Você é daqueles que clamam por democracia no Facebook? No Bobolhando […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.