Saiba agora tudo sobre a SOPA e a PIPA

Se você está vendo por toda internet e ainda não sabe do que se trata a SOPA e a PIPA que está na boca do povo e nos grandes sites, chegou a hora de você saber a como lidar com isso. A Bobolhando Manufaturados trouxe à você os métodos mais fáceis para você saber como é e como proceder com as tão faladas SOPA e a PIPA. Acompanhem:

Como fazer uma SOPA?

Ingredientes:

250 g de alcatra cortada em cubinhos;
2 colheres de sopa de azeite de oliva;
2 cenouras médias raladas grossas;
1 batata do reino média cortada em cubinhos pequenos;
1 repolho pequeno cortado em tirinhas finas;
1 cebola roxa média cortada em cubinhos;
1 caldo de carne da sua preferência dissolvido em 1 copo de água fervendo;
1 maço de cebolinha verde picado;
1 maço de salsinha verde picada;
2 dentes de alho cortado miudinho;
1 tomate maduro cortado em cubinhos e sem sementes;
1 pimentão verde cortado em cubinhos;
1 colher de sopa de extrato de tomates;
Sal a gosto;
Pimenta do reino a gosto;
Água fervendo o necessário;

Modo de Fazer:

  • Numa panela funda coloque 1 colher de sopa azeite de oliva para esquentar;
  • Acrescente o alho picado e a cebola, adicione os cubinhos de carne, o sal, a pimenta do reino e deixe dourar;
  • Acrescente o caldo de carne dissolvido e ainda fervendo;
  • Mexa para soltar da panela se for preciso;
  • Adicione os cubinhos de batata e cubra com água fervendo, deixe cozinhar por aproximadamente 10 minutos colocando mais água para não secar;
  • Quando a batata estiver macia adicione os outros ingredientes, prove o sal e por último acrescente a salsinha picada;
  • Deixe por mais 2 minutos, retire do fogo;
  • Sirva acompanhada de cubinhos de pão torrado.

 

Como fazer uma PIPA? (Ou Papagaio)

Material

• três varetas de bambu ou do tipo japonês – duas de 32 cm e uma de 40 cm;
• pelo menos três folhas de papel de seda colorido (não use para outras finalidades);
• um carretel de linha número 10;
• uma lata de refrigerante vazia ou outro objeto em que você possa enrolar a linha;
• cola branca ou goma-arábica;
• tesoura de ponta redonda, régua e caneta.

Como fazer:

1) Coloque as três varetas sobre uma superfície plana para poder ver direitinho a estrutura de sua pipa. A vareta maior, aquela que mede 40 cm, formará o eixo vertical da pipa. As duas menores, de 32 cm, formarão os eixos horizontais. Com uma caneta, marque um risco bem no meio de cada uma das duas varetas menores. Em seguida, faça um talho (ou fenda) nesse lugar com a tesoura. Isso vai ajudá-lo na hora de amarrar as varetas. Pegue a vareta maior e, com a ajuda da régua, faça duas outras marcações: a primeira a 6 cm da ponta superior e a segunda a 21 cm, isto é, 15 cm abaixo da primeira marcação.

2) Com a linha número 10, comece a amarrar a primeira vareta de 32 cm na primeira marca do eixo vertical. Olhe o risquinho antes para que a vareta fique bem centrada! Desça a linha dando voltas bem apertadas na vareta vertical e amarre a segunda vareta horizontal na segunda marca do eixo vertical. Faça um pequeno talho em todas as pontas das varetas com uma tesoura para amarrar a linha no contorno da armação. Contorne a armação com a linha, passando por todos os talhos das extremidades, mantendo-a bem esticada e firme. Certifique-se de que a estrutura esteja bem centralizada. Amarre bem firme na ponta de baixo e deixe 1,5 m de linha de sobra para fazer a cauda (ou rabiola). A estrutura da pipa está pronta.

3) Agora vamos encapá-la. Com a tesoura, corte uma folha de seda no formato de sua armação, deixando 1,5 cm de sobra para poder colar. Passe cola na frente das duas varetas do eixo horizontal. Cole a armação sobre o papel. Passe cola na borda do papel (aquele 1,5 cm que sobrou) e dobre-a sobre a linha, mantendo o papel bem esticado. Pronto, sua pipa já está encapada!

4) A cauda (ou rabiola) dá estabilidade à pipa durante o voo. Existem três tipos: rabiola, de tiras e corrente. Para a nossa, faremos uma rabiola: abra um saco de lixo como se fosse uma folha de plástico e enrole o plástico como se fosse um canudinho. Com a tesoura, corte-o em tirinhas de 1,5 cm de largura e 40 cm de comprimento. Desenrole e prenda-as na linha de carretel. Amarre as tiras, uma por uma, na linha que sobrou na ponta de baixo da pipa, distantes cerca de 10 cm uma da outra. O nó precisa ser feito na linha para que as tiras não escorreguem durante o voo. Faça a laçada e passe a tira por dentro, até ficar metade para cada lado. Depois, é só apertar o nó.

5) Só faltou o estirante (ou cabresto), isto é, as duas linhas (a e b) que prendem a armação à linha do carretel (c). Sua função é manter a pipa num ângulo de 30º em relação ao vento. Corte um pedaço de linha de 50 cm de comprimento e amarre uma ponta na extremidade inferior do eixo vertical da pipa. Antes de amarrar a outra ponta, faça um laço frouxo no meio da linha do cabresto. Prenda a outra ponta da linha firmemente no ponto de encontro entre as varetas vertical e horizontal superior. Amarre a linha do carretel ao laço que você fez antes no cabresto. O laço vai ajudar a linha do carretel a não deslizar pelo estirante.

Gostou?

Sério, Bobolhando, e esse lance da SOPA e da PIPA que tá rolando?

Se você quer realmente saber, clique aqui e aqui. E entenda toda esta papagaiada.

Fontes: Arial e Tahoma.


Quem é Rogério Lima

veja todos os seus posts

Ex-pagodeiro, Empresário, Gamer, Capixaba e criador desse e de outros ~trocentos~ blogs. Está nessa vida desde 2003, mas não ficou nem rico e nem famoso. Gosta muito de receber brindes, mas é sempre esquecido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.