Bobeira nível:

Preconceito cristão: Professor é demitido em SP por "não ser evangélico"

Essa é uma noticia que soa totalmente falsa, devido ao seu conteúdo cômico, mas acreditem, o fato mesmo ocorrido no século 21 é 100% verdade.

No dia 26 de fevereiro deste ano, o professor de inglês T.C.V. que dava aulas em uma escola em Guarulhos, SP foi demitido por um motivo um tanto diferente. O professor nunca havia sido criticado ou chamado a atenção por motivo algum, mas pelo simples fato de não fazer parte da Assembléia de Deus lhe custou o emprego.

A história foi a seguinte:

A coordenação da escola o havia informado de que ele estava sendo desligado da escola por ter dispensado um aluno de 29 anos mais cedo de uma de suas aulas. Intrigado por não ter sido avisado sobre o ocorrido e pela prática ser normal em escolar de cursos de línguas, T.C.V. ficou intrigado e começou a questionar o real motivo da demissão.

Quando o professor questionou por vários minutos o que havia realmente ocorrido, foi informado de que os donos e diretores da escola C.M. e S.M. não o queriam mais lá pelo fato dele “não ser do meio deles”. Os donos fazem parte da Igreja Assembléia de Deus (sim, aquela que fez a rede social que é paga).

Vários fatos ocorrem nessa escola em Guarulhos, como por exemplo, pessoas que não são ligadas a igreja citada pagam um valor mais alto pelos cursos do que as que fazem parte. A escola parece ter algum tipo de “convênio” como aqueles de empresas para seus membros. Nesse caso, além do desconto aos ”alunos cristãos” , o tratamento pessoal entre diretores e alunos ou funcionários também é diferente.

Esse não foi o primeiro caso de preconceito da parte dos donos com aqueles que não são de sua igreja.

Certa vez, uma funcionária foi obrigada a pagar um dano material ocorrido em um monitor de um dos computadores na escola mesmo sem ela ter cometido a infração. O motivo? Uma “estagiária” de 14 anos havia derrubado água no monitor. Quem pagou a conta e o pato foi a outra funcionário que não era da igreja.

Outro caso também que não era raro de acontecer por lá, era a dona S.M. gritar e humilhar com seus funcionários não assembleianos na frente de visitar, alunos, clientes e etc.…

Impressiona ver a bestialidade de certas pessoas por se acharem melhores que as outras. Impressiona também o fato de certas pessoas que são tidas como “cristãs” irem totalmente contra os ensinamentos daquele que elas dizem seguir: Jesus. É esse tipo de gente que ainda um dia acha que vai entrar no famoso “reino dos céus” sendo um carrasco com os mais pobres aqui na terra.

O professor demitido, com razão, entrará com os recursos necessários incluindo um processo de preconceito contra a escola.

Espalhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp
Picture of Thiago Caetano

Thiago Caetano

Thiago Caetano é um autor convidado e este texto não representa a opinião do Bobolhando. Somos um site aberto às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob uma licença Creative Commons e você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e ao nosso humilde blog.

9 respostas

  1. já ví muito disso,e depois saem por aí pregando o amor ao proximo.Acho que o que eles pensam é que todos somos iguais perante Deus,mas não entre os homens,acham que vão para o céu devido a sua religião e não por seus atos.só dando risada dessa gente.

  2. Isso é bem diferente viu! Tão diferente que até foi para um site de humor.

    Geralmente os demitidos são os evangélicos, principalmente aqueles que não mentem, não enganam os demais (ou seja, todos aqueles que são cmo realmente deve ser)

    Me surpreendeu.

  3. Todo fanatismo é errado, não interessa se é evangélico/católico/ateu/…

    O importante é não deixar sua crença (mesmo que seja em nada) transpasssar para sua vida pessoal / profissional.

  4. mas o interessante de tudo isso eh que o professor demitido nao deveria fazer nenhuma diferença ja que Deus eh um soh!
    que palhaçada. despediram um irma de feh deles. talvez eles nem imaginavam e acabaram errando ainda mais.
    Palhaçada pura. Polemica pura!

  5. nao acredito na credibilidade deste site, quando vejo publicada de forma alterada o comentario que deixei aqui.

    1. Não quer acreditar, tudo bem, assim como também temos o direito de não acreditar em uma pessoa que comenta com um email falso 🙂

      Se ainda não acredita, T.C.V. citado no texto é de THIAGO CAETANO V., ou seja, eu.

  6. Nossa… conheço essa escola. E conheço um professor que foi demitido, no final do curso, sem justificativa, do dia pra noite, pra dar vaga a um professor nativo e da igreja.
    Simplesmente, faltando uma semana pra fim do curso, eleas acabaram com a turma sem deixá-los concluir. Trataram mal os alunos, como sempre o fazem. Jamais estudem nessa escola de Guraulhos, que fica na Av. Tiradentes, no Paraventi.

  7. Essas coisas acontecem. E o contrário também. Já vi gente, dono de empresa, também dizendo que não contrataria pessoas pelos simples fato de elas serem cristãs.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Youtube dos primórdios:

Bobolhando no Youtube

Clique no botão e inscreva-se no nosso canal!
Ative o sininho! Não faça serviço pelas metades!

Bobeiras mais lidas:

Publicidade:

Get The Latest Updates

Subscribe To Our Weekly Newsletter

No spam, notifications only about new products, updates.