Papo sério: Charutos – Dicas de etiqueta

Sem piadas por favor 😀

Engraçado com são as coisas. Nós, fumantes de charuto que possuimos um senso diferenciado tanto de etiqueta quanto de “classe” somos tachados de grosseiros. Uma cruel ironia.

Durante esse tempo todo como sommelier, vi e confesso que também cometi alguns erros cruciais que vão contra o modo civilizado de fumar.

Pensando nisso reuni algumas Dicas de Etiqueta para entre fumantes e nao-fumantes. Modestamente, creio que são perolas, pois voce nao precisara errar para aprender.

Lembre-se: Inteligente nao é aquele que aprende com os seus erros, mas sim com o erros dos outros 🙂

Dicas de Etiqueta – Fumar de modo Civilizado

Entre os Não-Fumantes.

Compartilhe a fumaça do seu charuto com quem a aprecie. Se você fuma dentre um grupo de amigos que também sao apaixonados pelo fumo, sera uma experiência prazeirosa. Mas se você estiver entre puritanos, alérgicos e pessoas que acham que tudo mata, você conseguirá apenas ficar irritado.

Se possivel, consulte em sua cidade uma lista de restaurantes, bares, etc onde se permitem fumar charutos. Nem sempre um local onde se compra charutos permitem o fumo de charutos e cachimbos.
Não fume em locais confinados. Use o senso comum de higiene e sempre veja primeiro onde se jogar pontas e cinzas.

Na companhia de fumantes.

Se voce pensa que entre os fumantes a coisa muda, ai que voce se engana.

Compartilhar – Por mais educados e polidos que os verdadeiros apreciadores de charutos sejam, nunca se espera que ele saia distribuindo charutos. Alias, NUNCA distribua charutos como se fossem balas. Não é bem vindo.

A Anilha – Anilha é o nome dado a aquele “anel de papel” que leva o nome da marca do fabricante do charuto. Faça como quiser. Tire-a, deixe-a nao importa. Tome cuidado apenas para nao partir o charuto ao realizar o ato.

A Fumaça – Jogue sempre a fumaça para cima, para o alto, pra baixo, engula, beba o que quiser. Mas NUNCA sopre fumaça na cara de outros fumantes. é um ato extremamente agressivo.

Cortadores e isqueiros – Devolva IMEDIATAMENTE qualquer um dos dois emprestados. Sempre. Não queira ser visto como o “favelado” dos charutos.

Cortar – Pode parecer um ato cordial ao cortar o charuto de um amigo. Mas nem sempre é bem visto. Para MUITA gente é um ato super individual, que se você fazer sem pedir é como dirigir seu carro sem pedir, ir a sua casa e dar um tapa na bunda da cunhada. Nao é bem visto. Alguns adoram o corte de facil puxada em V. Eu por exemplo  acho isso abominável.

Acender – De novo, parece bacana mas nem sempre é. Nunca o faça sem que alguém lhe peça ajuda. Alguns (como eu) preferem antes aquecê-lo. Outros acham isso errado.

Mulheres – Como sempre, nunca trate uma mulher como se ela fosse uma imbecil, uma boneca…
Ja vi mulheres saberem mais de charutos do que muito marmanjo. Algumas delas sabem exatamente o que fazer. Se nao souberem e gostarem de fumar ou quiserem aprender… Esta ai uma boa oportunidade de você conseguir uma boa “conversa”.

Umidificadores – NUNCA, JAMAIS se “sirva” do umidificador de alguém sem ser convidado. E mesmo se for convidado nunca pegue mais de um a nao ser que o encoragem muito pra isso. Ja vi amizades quase chegarem ao fim por isso. Lembre-se do “favelado” dos charutos. Nunca o seja.

Nascimentos – Não existe problema algum em distribuir charutos em nascimentos tanto de meninos quanto de meninas, mas NUNCA o faça e os fume dentro de hospitais ou maternidades. Nao queira ser expulso desses locais. Não pega bem. Charutos também sao bem vindos em casamentos, formaturas, promoçoes, aniversarios…

Em momentos de pesar – Os charutos estao muito ligados a vitorias e comemoraçoes, mas pessoalmente acho que quando nao se tem mais o que falar, um charuto o faz por voce. Nao é exatamente mal visto, mas como sempre, use o seu senso de educaçao.

fonte: @ThiagoCaetano


Quem é Thiago Caetano

veja todos os seus posts

Thiago Caetano é um autor convidado e este texto não representa a opinião do Bobolhando. Somos um site aberto às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob uma licença Creative Commons e você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e ao nosso humilde blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.