Urubu na Fashion Week

Pós 15ª rodada, vamos ao nosso apanhado…

Joguinho sem graça esse Flamengo x São Paulo, hein?! Difícil saber quem estava pior na tabela.

Nem com um pênalti arranjado o São Paulo consegue tirar o pé da lama. O Jadson só faltou ligar para o Felipe antes do jogo e avisar em que canto bateria o  pênalti, por que, né…

Tá feia a coisa na florest… digo, Barra Funda.

Se o São Paulo montar um circo e comprar um anão, o anão cresce! Papai Noel já mandou avisar que, para puxar o seu trenó no Natal, ele só trabalha com  “empregados” que transitem sem problemas na série A. Se cair pra segundona, Hollywood vai cancelar a continuação da película “Bambi” e encerrar as tratativas para estrelar o filme com o Justin Bieber, que viverá um  filho bastardo do Ricky Martin.

Abre o olho São Paulo (de preferência, o que enxerga de verdade)!!

spfc-fla

Memórias de Fla x SPFC: Um atacante e um matador juntos.

Já no Internacional x Atlético-MG teve de tudo:

Goleiro chutando bola na torcida e expulso após o término da partida;
Jogador expulso por dar uma cotovelada no adversário;
Time que vai disputar o Mundial de Clubes no fim do ano e que vai estar na série B do ano que vem;

Enfim, aperitivos para todos os gostos.

E esse Internacional não engrena de jeito nenhum? Parece carro dos anos 80 sendo amaciado, vai entender…

Enquanto isso, o Dunga, que não funcionou nem como anão da Branca de Neve, ainda está querendo ser treinador e pagando de feroz à beira do campo.

Se faz de Zangado, mas todo mundo sabe que ele é o Dengoso (Sheik  e Richarlysson curtiram isso).

E, enquanto isso no Corinthians, parece que a diversidade impera. Depois de ter entre seus jogadores um rapaz que gostava de passear no motel  com outros rapazes caracterizados e prontos para desfilar no Bloco das Misses (desde que ele não soubesse que eram rapazes), tem agora o famoso Beijoqueiro. Não entendeu? Clique aqui.

Com isso, o processo de “Bambinização” do Coringão está quase enchendo a barrinha de status.

O próximo passo deve ser o romance entre o Dr. Osmar e o Neto a exemplo do Zeca Camargo e o Raí.

No Bota, Seedorf desce a porrada no jogador do seu próprio time só por que o cara disse que se ele fosse foda mesmo, tinha ficado no Milan e não cavalgando o lombo do Botafogo rumo a Assunción, Paraguai. Mas a verdade incomoda mesmo. Não importa quem.

E é isso.

Até a próxima.

P.S.: Pra quem não entendeu o título, clique aqui.


Quem é Marcio Yguer

veja todos os seus posts

Marcio Yguer é um autor convidado e este texto não representa a opinião do Bobolhando. Somos um site aberto às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob uma licença Creative Commons e você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e ao nosso humilde blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*