UFC 161: Roy Nelson blogueiro

08/07/13

Postado em UFC on Bobo

Ok. Vocês irão dizer: “Ué, mas o UFC deste fim de semana não foi o 162?”. Sim, foi. Mas eu tinha que postar esse texto primeiro e ele já estava pronto, então, leiam este que ainda hoje sai o do 162.

No card preliminar, a primeira luta foi ganha por Jabouin, com uma decisão contestável pelos juízes, já que o adversário foi bem melhor. Eu também achei. Já a segunda luta eu não vi por motivos de: mulher mandou eu parar de ver. Sim, é sério.

Transamos.

Voltei no 3º embate para ver o árbitro Yves Lavigne assistir Delorme tentar finalizar Figueroa diversas vezes em uma luta extremamente técnica até o terceiro round, onde o Figueroa foi melhor e quase levou a luta. Na decisão, a peleja ficou para Delorme, unanimemente.

Kenny Robertson contra Sean Pierson foi um misto de boas movimentações de wrestreling e trocação no primeiro round. Ponderadando a luta no segundo round, Robertson quase levou logo no começo, mas Pierson sabidamente travou sua perna para “respirar” e acabou levando a luta por poucos pontos de diferença, ao final.

A luta seguinte foi prejuízo dobrado para Stout: 1- Tomou uma canelada na sobrancelha e sujou todo o octógono com esguichos de sangue e; 2 – foi finalizado por Krauze quando estava na vantagem em pontos, já no final do 3o round.

Em uma luta meia boca, comparada com as anteriores, Shields e Woodley não foram efetivos em nada. Uma luta agarrada e com infinitos clinches deixaram o embate bem maçante. Por decisão apertada, foi decidido que Shields levou.

Na primeira luta do card principal, Shawn Jordan moeu o Pat Barry de um jeito que se tivesse fosse o Yamazaki arbitrando, não deixaria nem terminar. De quebra, o vencedor deu seu “mortal” característico, no top dos seus 112kg.

A segunda luta do card principal foi a quarta luta feminina da história do UFC. Davies contra Sexton foi uma luta meio agarrada, que no final ficou mesmo para a favorita, claro, a Davies.

Na luta entre Ryan Jimmon e o rapazinho do sobrenome complicado (Igor Pokrajac) sobrou pra tela do octógono. O resultado, favorável a Jimmon, que apelou a luta inteira pro clinch, desagradou todo o publico presente e, inclusive, a ele mesmo.

miocic-nelson

Na ultima luta do atual contrato de Roy Nelson, o ídolo dos blogueiros sedentários, Miocic deu uma surra e e fez que o gordinho ficasse totalmente exausto em uma estratégia perfeita e, ainda, com a vantagem de ser mais alto e com a envergadura maior. Uma pena Nelson não ter saído vitorioso dessa. Agora é aguardar para ver se Dana vai renovar o contrato dele pra mais alguns anos, ou não. Enquanto não renova-se o contrato de Roy, a torcida de IMC alto passa a ser de Mark Hunt, que se recupera de uma infecção por estafilococcos (leia mais).

Na luta principal de Henderson (o mais velho do UFC com 42 anos) contra Rashad Evans foi pura trocação. Mas, foi mais uma luta em que o preparo físico prevaleceu e, por fim, a vitória ficou com o mais preparado: Rashad Evans. O Evans tem um ótimo estilo de luta. Agressivo, debochado, mas não gosto dele desde o seu TUF, onde ele mostrou que sua carreira seria exatamente deste jeito.

Enfim. Hoje ainda sai o texto do UFC 162 e suas conspirações!

Espalhe o amor: Curta e compartilhe

Postado por:Rogério Lima



nenhum comentário
    INFORME: Para comentar neste blog você precisará estar logado no Facebook ou identificar-se no Disqus. Coloque sua cara à tapa, bro. Ofendeu? Fez falta de educação? Comentários racistas? Homofobia? A responsa do comentário é totalmente sua MESMO e você poderá ser denunciado por mim e pelos outros usuários da rede. Você poderá levar um processinho, ter a conta excluída e demais coisas que nem aquela marca famosa pode fazer para você!
Comente
Usando o Facebook!
comments powered by Disqus

Outros links interessantes

Canalzaum (Nós no Youtube)

Area do Jabá

Bâne dos Broderes

Publicidade

Rede Notícias Brasil

/* Spider */