UFC 158: A falsa elegância de GSP

25/03/13

Postado em UFC on Bobo

Mais uma vez estou publicando um texto que praticamente não lembrava que havia escrito. Portanto, leve em consideração o seguinte: Teve reprise do UFC 158 no Sábado, aí você faz de conta que foi o ao vivo, tipo a Globo, ok? Mas enfim, vejam o que eu achei de mais um evento do Ultimate Fighting Championship.

Novamente, não acompanhei o card preliminar, mas pelo comentário do pessoal do Canal Combate (não sei se deveria confiar), o preliminiar estava sendo melhor que o principal. Mas enfim…

Após duas lutas sem graça e sem técnica nenhuma que causou vaias no Canadá, Jake Ellenberger começou o processo de salvamento do card principal na terceira luta da noite e, logo no primeiro round, com um soco devastador, já foi apagando o seu oponente, um dos lutadores que só tinha sido nocauteado, anteriormente, por Anderson Silva.

Já a luta de Carlos Condit contra Johny Hendricks, foi uma luta sensacional. Já poderiam ter parado o evento ali, ao final dessa luta épica. A técnica de socos e derrubadas feitas pelo seu adversário, conseguiu inibir a agressividade de Condit. Hendricks, com a sua cara de programador PHP que bebe com você no bar, conseguiu vencer, por unanimidade, sua luta, mesmo com Condit indo bem melhor no terceiro round. Essa luta serviu pra mostrar que (do mesmo modo que na sua luta contra o GSP em Novembro) Condit não se dá bem com quem agride e vai para o chão.

ufc158-hendricks

No final, após o resultado, Hendricks intimou o GSP para o fight. E, acho que ele merece sim esta chance de bater de frente com o maior da categoria.

Já na luta principal, Georges Saint-Pierre conseguiu ganhar, mas foi uma luta tão amarrada, que achei que ia chegar o Edir Macedo pra gritar que “tá amarrado”. Não sei se digo se isso é excesso de técnica, de zelo ou de medo de se machucar novamente (para quem não sabe, GSP ficou quase 2 anos afastado do UFC após um problema no joelho), mas isso passa aquela impressão de “escondendo o jogo”, como sempre acontece em suas lutas. Do outro lado, Nick Diaz, só fez ficar igual aquelas criancinhas provocando dando ombradinha no coleguinha, pra provocar um porradeiro maior, mas não deu em muita coisa não, já que ele foi completamente anulado pela técnica “jiu jitsu das cordas” de GSP e sua excelente concentração.

A melhor luta do evento, sem dúvidas, foi Hendricks contra Condit e, acredito piamente que, se GSP lutar com o barbudinho programador de PHP, ele não aguenta uma marretada com a canhota do Hendrikcs. Enfim, é isso.

E você? O que achou da atuação de Georges Saint-Pierre no UFC 158?

Espalhe o amor: Curta e compartilhe

Postado por:Rogério Lima



    INFORME: Para comentar neste blog você precisará estar logado no Facebook ou identificar-se no Disqus. Coloque sua cara à tapa, bro. Ofendeu? Fez falta de educação? Comentários racistas? Homofobia? A responsa do comentário é totalmente sua MESMO e você poderá ser denunciado por mim e pelos outros usuários da rede. Você poderá levar um processinho, ter a conta excluída e demais coisas que nem aquela marca famosa pode fazer para você!
Comente
Usando o Facebook!
comments powered by Disqus

Veja estes posts também!

Canalzaum (Nós no Youtube)

Área do Jabá

Recomendo

Publicidade

Rede Notícias Brasil

/* Spider */