Sacolão do Bobolhando: Mortal Kombat Komplete Edition

Voltamos com nossas indicações de compra e, desta vez, a indicação não será um eletrônico. Não diretamente.

A minha dica fica para Mortal Kombat Komplete Edition, esse maravilhífico (mistura de maravilhoso com magnífico) jogo de luta.

Quem me segue no Twitter, já sabe que eu comprei um X-Box 360 (compre você também para jogarmos juntinhos). E, como fiz quando tinha um Super Nintendo, comprei um jogo da franquia Mortal Kombat. Logo assim que saiu o MK II, comprei-o para se juntar à minha coleção de fitas originais. Como não poderia ser diferente, ver vários comentários positivos e de ver quase todos os Fatalities no Youtube, cheguei a conclusão que ele deveria ser o meu primeiro joguinho. E não me arrependi.

A mecânica do jogo é extraordinária, os lutadores são pesados, como se estivessemos controlando pessoas de verdade. Obviamente, eles não são lerdos. Você jogando, você percebe essa noção de gravidade. Outro ponto alto do jogo é o modo história, onde você passa pelas histórias (misturadas e adaptadas) do primeiro jogo, do MK II, MK 3 e dos dois filmes (Mortal Kombat e Anihilattion). É como se você estivesse jogando um grande filme. O modo história pode lhe render mais de 8 horas ininterruptas de jogo. Sem contar a torre dos desafios, que faz você até jogar de cabeça para baixo em um deles.

O detalhe que mais importa nessa versão “Kompleta” é o acréscimo de 4 personagens (entre eles o Freddy Krueger) e mais 15 roupas diferentes, que antes eram apenas comprados separadamente em atualizações do jogo.

Enfim, é uma excelente e recomendada aquisição para sua prateleira. Tanto para quem tem 360, quanto para quem tem PS3, que ainda tem o Kratos (do God of War) como personagem jogável.

Para adquirir esse sensacional produto, clique aqui se você tiver um X-Box 360 e aqui se você tiver um PS3. Caso queira comprar um video game mesmo, clica aqui.


Quem é Rogério Lima

veja todos os seus posts

Ex-pagodeiro, Empresário, Gamer, Capixaba e criador desse e de outros ~trocentos~ blogs. Está nessa vida desde 2003, mas não ficou nem rico e nem famoso. Gosta muito de receber brindes, mas é sempre esquecido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*