Mulher esperta é outra coisa!

 

Felina, grrrwaarrr!

Felina, grrrwaarrr!

*Por Rafa Barbosa.

Uma garota (que se diz garota) vem causando certo alvoroço na Internet por conseguir imagens de famosos nus e se masturbando na webcam. Fato inegável que essa arte existe desde que o MSN é MSN e o que traduz todo esse sucesso é justamente o fato de ser famosos ali.

Pois bem, aproveitando o Hype em torno dessa nova caçadora de rolas famosas, o KibeLoco realizou uma entrevista com a tal da Felina. Ao ler a entrevista me deparei com alguns pontos interessantes e, de certa forma, me fizeram refletir e chegar a uma humilde conclusão: seria tudo bem mais fácil se eu tivesse nascido mulher.

Vamos analisar alguns pontos da entrevista e fazer algumas considerações que corroboram essa minha conclusão:

Antes de qualquer coisa, dispa-se de preconceitos e esteja à vontade com a sua sexualidade. É de extrema importância que você acesse o blog da tal Felina. Sem querer ser machista, mas veja bem o estereótipo de mulher bonita, gostosa e burra. Não que seja necessário ser um Machado de Assis para postar em um blog de pornografia, mas a redação da moça é deveras vergonhosa.

Agora, partimos para a entrevista de fato:

Qual a sua motivação para fazer isso? Há quem diga que você está só criando uma personagem para, depois, lucrar com ela. Outros acham que é uma vingança, já que você dá ênfase ao estado civil de suas “vítimas” casadas.

Só quero mostrar para o Brasil que todo mundo é igual.

Você poderia mostrar que todos são iguais de outras maneiras, não acha?

Acho que a galera tem mais que ver o “patinho” do Pato… o “Ronaldinho” do Ronaldo… o “Junior” da Sandy. Hahahaha!!!

Vejamos: anônima consegue MSN de famosos. Anônima cria blog e posta os vídeos dos famosos socando uma bronha. Anônima começa a ganhar certa notoriedade. Anônima começa a fazer posts completamente “egotrip”. Anônima começa a ser chamada para entrevistas em programas como TV Fama. Anônima evolui para subcelebridade da Internet.

Todo mundo sabe que para se tornar famoso no Brasil você deve seguir um desses caminhos: ser jogador de futebol, ter a bunda enorme, participar do BBB e em último caso, ser um “affair” de algum famoso. Atrevo-me a dizer que a “Felina” se enquadra no “affair”, mas não é bem um affair. É uma pessoa que simplesmente explora a fama de outra e se promove através dela. Mesmo que o envolvimento não passe de uma sessão de chat no MSN.

A graça que você vê nisso me faz duvidar dessa sua “motivação”. Parece que, no fundo, em vez de mostrar que todos são iguais, você só quer ver o circo pegar fogo…

Adoro ver o circo pegar fogo. Bem que a Stephany (Brito, atriz e namorada de Alexandre Pato) poderia ter metido um pé na bunda do Pato para eu ficar com ele…

Provavelmente estamos falando de uma mulher completamente frustrada por não ter conseguido algo na vida. Seja reconhecimento, dinheiro ou simplesmente um jogador de futebol pra chamar de seu. Isso não é querer ver o circo pegar fogo. Tenho um conhecido que já viu algumas garotas famosas na webcam um pouco antes de se tornarem famosas. Seria muito fácil lançar isso na Internet, mas o cara continua até hoje sem liberar os vídeos pra ninguém. Se quiser assistir, só sobre a tutela dele em seu próprio computador.

Você trabalha? Estuda?

Não. Estou sem fazer nada.

Agora entendo o motivo de tanto tempo disponível pra ficar na Internet buscando pirocas famosas.

Você mencionou seu pai. Mora com ele?

Moro com meu pai, minha mãe e minha irmã mais nova, de 21 anos.

Uma autêntica VASPVagabunda Anônima Sustentada pelos Pais.

 

Eu tbm já fui um...

Eu tbm já fui um...

Como você se sustenta? Mesada?

Não. Eu trabalhei e guardei.

Trabalhou com o quê?

Trabalhei numa clinica de nutrição e em uma agência de modelos nos Estados Unidos.

Aposto que ela trabalhou “alimentando” figurões nos EUA. E não digo alimentar no sentido nutritivo da palavra. Todo mundo sabe que essa de “modelo” é praticamente um sinônimo de garota de programa. O que nos leva ao próximo ponto.

 

Andréia Schwartz também era nutricionista...

Andréia Schwartz também era nutricionista...

Você tem namorado?

Não. Só tenho uns coroas ai.

Coroas como? São casos?

Isso. Pagam minhas contas.

A troco de que eles pagam suas contas? Você é garota de programa?

Não. Saio com eles para me ajudarem.

Mas se você sai com eles e, em troca, eles te pagam, é um serviço de acompanhante.

Não. Sou a namorada cujas contas eles pagam.

Então, você, que não tem namorado, seria “namorada” de alguns “coroas aí” que pagam suas contas. É isso?

Isso.

 

 

Namorado? Sei... *risos*

Namorado? Sei... *risos*

A não ser que eu esteja completamente enganado e tenha sido um completo ignorante nesses meus curtos 22 anos de vida, a mulher que sai com caras em troca de dinheiro, presentinhos e contas pagas é conhecida pela maestria com a qual domina a arte do meretrício. Em um termo mais simples e de fácil compreensão, a mulher que faz esse tipo de “troca” é uma prostituta, garota de programa, tia, prima e demais substantivos.

Perceba o embaraço com o qual ela responde as perguntas sobre os seus “relacionamentos”. Definitivamente eu devo ser muito inocente pra acreditar que a moça não é uma garota de programa.

Sei… você gosta dessa fama virtual?

Não. Só faço isso porque estou à toa mesmo.

Mas se rolar uma graninha, que mal tem, né? E percebe-se que está a toa mesmo.

Você espera ganhar alguma coisa com isso? Acha que pode ser convidada para se revelar, posar, etc.?

Acho que não. Se fizesse isso, seria processada. Caso contrário, já estaria na TV.

Claro, se não fosse o caso de exibir pessoas que vivem de sua imagem com a piroca em rijo na Internet, você não teria medo de mostrar o rosto e ser convidada a posar para a Motoboy’s Girl de Junho.

 

E até quando pretende fazer isso?

Até quando houver famosos.

Esse é um nicho que com toda a certeza do mundo nunca irá se extinguir. Famosos são como mato, você acaba com um e nasce mais dez. Se a sua carreira de problogger vai mal, analise com carinho a proposta de caçar celebridades nuas na Internet.

 

Hhehehe

Hhehehe

 

Conclusão

Quando se possui as ferramentas necessárias (vagina e seios), as portas do mundo estão literalmente abertas pra você. Algumas mulheres utilizam outros talentos tais como a inteligência e trabalho duro para alcançar um bom status na vida. Outras utilizam o duro trabalhando e o simples fato de possuir um corpo esculturalmente saboroso e bem torneado para conseguir “coroas e namorados” que as sustente enquanto passa os dias a toa em casa se exibindo para jogadores de futebol, modelos e atores em troca de meia hora de exposição no TV Fama e uma entrevista exclusiva no KibeLoco.

Nem todas as mulheres são assim. Temos exemplos claros de algumas que não precisam disso, mas essa tal Felina, como disse acima, é o estereótipo da mulher interesseira e, de certa forma, esperta. Por que ninguém nunca pensou em ficar famosa postando vídeos de famosos na Internet?

Se eu tivesse nascido com uma xoxota, provavelmente também estaria explorando essa natural habilidade para lidar com homens e me tornar famoso. Mas ainda bem que, mesmo não nascendo com isso, busquei outro caminho.


Quem é Rogério Lima

veja todos os seus posts

Ex-pagodeiro, Empresário, Gamer, Capixaba e criador desse e de outros ~trocentos~ blogs. Está nessa vida desde 2003, mas não ficou nem rico e nem famoso. Gosta muito de receber brindes, mas é sempre esquecido.

10 Comentários/Trackbacks

  1. cara mulher esperta nao existe porque mulher burra é pleonasmo

    puta / Responder
  2. É por causa de pessoas como esta que as mulheres estão sendo, cada vez mais, desvalorizadas. Se a mídia entrevistasse e enaltecessem mulheres inteligentes, o mundo não estaria como está. É muito triste saber que, futuramente, teremos mulheres de peitos e bundas caídos e vento na cabeça. Fazer o quê?

    Jacque / Responder
  3. Coroas…? rs..

    ainda tem coragem de dizer….

  4. Queria parabenizar o “garoto bobo” que escreveu este post com inteligência e criatividade. Concordo em gênero, número e grau (risos).

    Elane Cristina / Responder
  5. coroas…, umas pra se usar, outras pra se comer.

    camargo / Responder
  6. ” uma prostituta, garota de programa, tia, prima e demais substantivos”

    é adjetivo, baby!

    sei lá… eu acho que vc parte pro preconceito a partir do momento que critica a “menina” e fala que “se fosse mulher faria o mesmo”!
    se fosse mulher nao podia fazer nada mais interessante com seu tempo vago? tipo cozinhar, tricotar, fofocar com as vizinhas? [IRONY]

    aff meu! 22 anos e com essas ideiazinhas de muleque. vai procurar uma mulher de verdade e para de ficar vendo esses videos de ficçao sexual na internerd

    bjasmeliga

    Stela. / Responder
  7. Só uma coisa: ‘o Júnior da Sandy’???? o____o” #traveco?

    ana / Responder
  8. STELA.

    ” uma prostituta, garota de programa, tia, prima e demais substantivos”

    é adjetivo, baby!”

    Desde quando garota de programa, tia, prima e prostituta são adjetivos?

    rsrsrs

    David / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*