“Cara, olha que engraçado” #1

Quase todos os blogs, principalmente os que decidiram abordar o tema “humor” ou, ainda, que se tornaram um pouco conhecidos por aí, tem em suas caixas de e-mails algumas sugestões de postagem de leitores (ou visitantes) que querem angariar seus minutos de fama internética. Outros blogs, como este no qual você está lendo, abrem canais de interação para envios de elogios, críticas e até sugestões de postagens. E, foi pensando nisso (e pela quantidade de coisa que chega no meu e-mail), decidi abrir um dia exclusivo para estas pequenas sugestões.

O que eu não conseguia fazer era o nome dessa “série” aqui no blog. Pensei, pedi ajuda aos universitários no meu Twitter, mas nada veio na mente. E, ao ler alguns e-mails, cheguei à conclusão que o melhor nome para isso seria, ao mesmo tempo, uma homenagem aos que enviam. Então, batizei a série de “Cara, olha que engraçado”, que é o texto de quase 80% desses e-mails. Vamos para o que foi enviado esta semana:

Com o título “Sucesso?”, Gabriel Alves enviou este vídeo que ele acha que “faria sucess no meu blog experimenta aew”. O Carlos Itow, também enviou o mesmo vídeo. Então, com vocês, o sucesso “Funk do Otaku”:

Já o Antonio Nunes (será?) mandou o link de uma pérola, mas uma pérola daquelas clássicas que só aparecem no Yahoo Respostas. Olha aí:

gay-oxiurus

A resposta completa está aqui, neste link.

O Evandro Shalom, em meio a tantas discórdias e assuntos girando sobre o assunto homofobia, provou que Marco Feliciano não o representa (Sério, assistam):

Meu comentário: URRANDO.

E, para finalizar com chave de ouro, mais um dos excelentes vídeos da galera do O que tem pra hoje?, fregueses da casa, com a participação ilustre de um grande amigo:

#420

Continuem enviando suas sugestões clicando aqui e até Quinta que vem!


Quem é Rogério Lima

veja todos os seus posts

Ex-pagodeiro, Empresário, Gamer, Capixaba e criador desse e de outros ~trocentos~ blogs. Está nessa vida desde 2003, mas não ficou nem rico e nem famoso. Gosta muito de receber brindes, mas é sempre esquecido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*