Bobo “é nóis”

Final

A capacidade que temos de nos transformar é o que nos mantém vivos, já dizia um filósofo qualquer. E hoje, em terra de muito esperto e pouco bobo, quem consegue tirar proveito dos detalhes desponta na frente dos demais.

Vi isso no último sábado, onde um amigo sacou em um bar de Vitória uma cantada infalível, a melhor que eu já ouvi. Confesso que até eu fiquei com vontade de dar pra ele.
Vamos a ela:

Folga da patroa, balcão de bar, uma morena se senta ao nosso lado, meu amigo sem olhar pra moça, tira o celular do bolso, aperta uma tecla automática e de supetão põe o celular no ouvido dela. Uma voz eletrônica diz: “Seu saldo atual é de R$ 178.502,59

Saiu com a moça sem se despedir. Quem duvida que, depois dessa, ele passou a noite no motel levanta a mão.


Quem é Rogério Lima

veja todos os seus posts

Ex-pagodeiro, Empresário, Gamer, Capixaba e criador desse e de outros ~trocentos~ blogs. Está nessa vida desde 2003, mas não ficou nem rico e nem famoso. Gosta muito de receber brindes, mas é sempre esquecido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*